segunda-feira, 16 de agosto de 2010

Tudo tão confuso, tão estranho...

Hoje já não tenho tanta certeza do que sinto, do que vejo, e muito menos do que escuto. É tudo muito estranho, muito confuso, muito absurdo. Mesmo conhecendo todas essas pessoas, ambientes, barulhos, ou achando que conheço, sinto-me num lugar desconhecido, com pessoas desconhecidas e barulhos mais desconhecidos ainda, não me sinto bem. O mundo é mesmo muito estranho. Pessoas não sabem o que falam, ou falam sem certeza alguma. Um mundo onde muitos se enganam facilmente. É tão, tudo tão estranho, eu, você, nós, eles, o Brasil, a América do Sul, o Mundo, o Universo... tudo.

segunda-feira, 16 de agosto de 2010 - na hora de alguma aula pela manhã.

Nenhum comentário:

Postar um comentário